USP
Universidade de São Paulo

Impacto das atividades

Os impactos das ações de cultura e extensão são bastante positivos. São apresentados nos planos do ensino, pesquisa e engajamento institucional, internamente (IQ-USP) e para o público-alvo:

 

A) No ensino

Internamente: praticamente todas ações de cultura e extensão envolvem alunos de graduação e pós-graduação. Estes alunos atuam não apenas como participantes, mas como parceiros dos docentes em comitês organizadores e coordenadores das seguintes atividades: Cursos de difusão, Semana da Química, Virada Científica, Dia de Portas Abertas, Feira de Profissões USP. Os cursos de difusão do Depto de Bioquímica são organizados e ministrados por alunos de pós-graduação como parte de uma disciplina específica de pós-graduação. Os cursos de formação de professores do sistema básico de ensino são também organizados e ministrados com participação ativa de estudantes. Portanto, há ações de extensão vinculadas diretamente à atividades formativas regulares.

Para o público atendido: o público atendido se beneficia com o conhecimento adquirido nas ações formativas. No caso de cursos e demais ações dedicados aos professores do sistema escolar, considera-se a propagação do benefício aos estudantes destes professores.

B) Na pesquisa:

Internamente: as atividades de cultura e extensão contribuem com o aumento da visibilidade das atividades de pesquisa do IQ-USP. Na grande maioria das ações há esclarecimento ao público sobre a existência e a importância do tipo de pesquisa desenvolvido no IQ para o progresso humano. Em algumas ações este é o objetivo principal, como nos cursos de difusão sobre temas científicos e no evento Virada Científica e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Ressalta-se que as ações formativas tem atraído o interesse do público-alvo para a pós-graduação em química, bioquímica e ensino de química. No caso das ações envolvendo parcerias com a indústria para desenvolvimento tecnológico, a pesquisa se beneficia do aporte de recursos e de know-how dos parceiros. Destaca-se neste caso a importância das parcerias na consolidação do programa de mestrado profissional do IQ.

Para o público-alvo: o público das ações de difusão e divulgação se beneficia dos conhecimentos oferecidos. A indústria se beneficia do conhecimento aplicado aos bens e serviços gerados das parcerias.

C) No engajamento institucional:

Internamente: em sua maioria as ações de cultura e extensão no IQ-USP são concebidas como projetos institucionais envolvendo integração intra e inter departamental. Desta forma, podem mobilizar os recursos humanos nos departamentos para gerar ações de cultura e extensão integradas às ações de ensino (item A) e pesquisa (item B).

Público externo: o fortalecimento do engajamento institucional permite oferecer ao público-alvo das diversas ações uma plataforma estável e consistente para difusão e divulgação de conhecimento.